top of page

Justiça determina pagamento de pensão a gay de 21 anos expulso de casa


Um jovem gay paulista, de 21 anos, conseguiu na Justiça o direito de receber pensão dos pais após ser expulso de casa.


Não existe um tempo mínimo ou máximo de recebimento da pensão. Se a família não pedir o fim do pagamento, ele pode, em tese, continuar por toda a vida. Mas os juízes entendem que o requerente precisa encontrar um trabalho e manter-se por conta própria. Em geral, quem recebe precisa comprovar que está procurando emprego.

19 visualizações0 comentário
bottom of page