top of page

Profissionais LGBT dizem que ao se expor acabam prejudicando a carreira


Em uma pesquisa global sobre diversidade da Accenture com 1.001 funcionários e 55 líderes brasileiros, mais da metade dos profissionais brasileiros LGBTQIA+ entrevistados afirmaram que expressar sua identidade de gênero ou orientação sexual no trabalho impacta de forma negativa a evolução de suas carreiras. 


Para Rafael Bonini, diretor de estratégia e consultoria na Accenture e líder do grupo de discussão LGBTQIA+ na empresa, as políticas e apoio à essa questão estão evoluindo nas organizações, mas a percepção de que não há um ambiente inclusivo leva esses funcionários a não se exporem. 


Essa percepção pode indicar, segundo Bonini, que ou os líderes não estão construindo políticas eficazes, ou que os próprios funcionários, por terem receio e medo de serem prejudicados, acreditam que esse ambiente não existe. “O que ajuda a mudar esse cenário é trazer mais inspiração e líderes com os quais eles possam se identificar e ver que não há vieses no topo”, afirma Bonini.


Fonte: (Valor Econômico)

0 visualização0 comentário

Comentários


bottom of page